Leco quer obrigar a RGE a recolher galhos
Leco quer obrigar a RGE a recolher galhos Imprensa Câmara Portão

Leco quer obrigar a RGE a recolher galhos

Alexsandro Argenta (MDB) protocolou na sessão desta segunda-feira, 17 de fevereiro, o Projeto de Lei Legislativo 01/2020 com o propósito de obrigar concessionária de energia elétrica a recolher e dar o destino final aos restos dos cortes de árvore realizados no município. Após a leitura em plenário, o texto foi encaminhado à Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) para análise.

“O objetivo da lei é evitar a demanda elevada que a cidade acaba tendo com as podas. O Município já tem o trabalho de manter todas as vias em bom estado de conservação. Portanto, nada mais justo do que a concessionária fazer a sua parte quando ocorrem as podas de arvores próximas aos seus equipamentos de energia elétrica”, diz o vereador que elaborou o projeto.

A proposta apresentada por Leco estipula multa de 500 URMs a cada situação que for identificada como irregular, ou seja, onde houve a poda, mas os galhos não foram destinados a local adequado. A fiscalização e a regulamentação cabem ao Executivo, segundo o PL ainda em análise na Câmara de Vereadores.

Leco quer obrigar a RGE a recolher galhos