Incêndio em curtume que provocou fumaça tóxica foi intencional, segundo Bombeiros e Defesa Civil
Incêndio em curtume que provocou fumaça tóxica foi intencional, segundo Bombeiros e Defesa Civil Reprodução

Incêndio em curtume que provocou fumaça tóxica foi intencional, segundo Bombeiros e Defesa Civil

O incêndio em resíduos de couro depositados no pavilhão abandonado no antigo curtume Kern Mattes, no bairro Portão Velho, causou transtornos na cidade durante a segunda-feira (18). Pela manhã, a fumaça emitida pela combustão do couro comprimido se espalhou pelos bairros e se misturou à neblina, prejudicando a visibilidade e causando desconforto nos moradores das imediações. À tarde, as aulas em 18 das 21 escolas da rede municipal foram suspensas pela Secretaria de Educação.

De acordo com a Defesa Civil de Portão, o incêndio começou na noite de sábado, e a Prefeitura foi acionada na manhã de domingo, quando o Corpo de Bombeiros foi chamado para apagar as chamas. Com o auxílio de engenheiros da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam), as equipes trabalharam na manhã de domingo e retornaram à noite, mas interromperam os serviços às 21 horas, por falta de visibilidade. Na manhã de segunda-feira, o fogo ganhou força e a fumaça foi percebida em diferentes pontos da cidade.

De acordo com a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros, o fogo foi causado de forma intencional, a exemplo dos outros três incêndios que ocorreram na área do curtume desde que o local foi desativado. 

Incêndio em curtume que provocou fumaça tóxica foi intencional, segundo Bombeiros e Defesa Civil